Posts Marcados Com: cores

Retorno com esperança afegã

Oh meu Deus… 
Dá-me felicidade nesta terra 
na esperança da Ressurreição.”  
Trecho do poema ‘Elahi, Elahi’ do poeta afegão, Khawaja Abdullah Ansari (1005-1090).
 

Apesar do S/A Repassado estar parado há alguns meses, o desejo de manter esse projeto é imenso e por isso continuaremos. 

Para quem conhece o nosso trabalho sabe que a motivação vem do encantamento por culturas ao redor do mundo, de um modo especial sobre os mais omitidos. Por isso, realizar esse retorno falando de um país como o Afeganistão é prazeroso e incentivador. São muitos anos, muitas histórias, reinos, verdades e inverdades, mas o que mais encanta nesse país é a luta pela resistência cultural. Partindo desse princípio, esqueçam as guerras e tristezas que os rodeiam, vamos sim falar da situação atual, mas resgatar o encanto do Afeganistão e dos afegãos.

Com certeza a nossa foto de capa não passou desapercebida por você, e há uma curiosidade muito típica nessa imagem, além dos reluzentes olhos claros, a flor que o garoto afegão segura. Sim, no Afeganistão, apesar da aridez do solo, fora da cordilheira de Hindu Kush, é possível encontrar as mais belas flores do mundo. E ao contrário de outros países, as lindas flores não ficam em campos distantes ou em altas colinas, elas podem ser encontradas nos quintais e praças afegãs. O povo afegão é muito apaixonado por flores, por isso não se assuste se um dia ao visitar o país você receber de presente uma linda flor de papoula. Sim, a temida flor que produz o ópio, mas vamos deixar esse assunto para outra postagem.

Veja algumas imagens dos afegãos e suas flores:

Garoto afegão carrega saco com rosas damascenas para produção de fragrâncias.

Garoto afegão carrega saco com rosas damascenas para produção de fragrâncias.

O cultivo de flores selvagens no Afeganistão é um grande impacto positivo na economia local. Uma prática que é passada de geração a geração e que dura milhares de anos. Hoje, centenas de empresas de porte mundiais pagam muitos euros por um litro de óleo de rosas afegãs.

Campo de papoulas em Khogyani, no distrito de Jalalabad, leste de Cabul. (Foto: Rahmat Gul/AP)

Campo de papoulas em Khogyani, no distrito de Jalalabad, leste de Cabul. (Foto: Rahmat Gul/AP)

Guarda afegão carrega uma flor junto com sua arma no distrito de Maiwand, na província de Kandahar. (Foto: Baz Ratner /Reuters)

Guarda afegão carrega uma flor junto com sua arma no distrito de Maiwand, na província de Kandahar. (Foto: Baz Ratner /Reuters)

Garoto usa um punhado de flores selvagens atrás da orelha, na província de Kunar, durante cerimônia fúnebre. (Foto: James Lee)

Garoto usa um punhado de flores selvagens atrás da orelha, na província de Kunar, durante cerimônia fúnebre. (Foto: James Lee)

Homens colhem flores de papoula em Jalalabad, no leste do Afeganistão.

Homens colhem flores de papoula em Jalalabad, no leste do Afeganistão.

Quer dar a sua opinião sobre essa postagem?
Então escreva o que quiser no espaço logo abaixo, será um prazer ler o seu comentário!

Categorias: Afeganistão | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Poema Contra a Discriminação Racial

heartPara homenagear o Dia Internacional de Luta Contra a Discriminação Racial, a poetisa Aline Lira fez um poema especial para o S/A Repassado. Frases cheias de sentido, que nos passa a importância e necessidade de criar laços de amor independente da etnia.

Al Cuore / Cores

Somos distintos
Na pele
Na mente
Nos moldes.
Nos cheiros.

Um vai 
Falar
O outro olhar.
Um estranhar.


A ignorância.

Se um “outro”
Não souber 
Dialogar;
As diferenças
Se justificaram
Pelas guerras.
Pelos traumas
Pelas dores.

Somos 
Todos
distintos
Na pele
Na mente
Nos moldes.

Mas levo
Comigo
O Instinto
de 
Mandela.

“Para odiar, as pessoas precisam aprender, e se podem aprender a odiar, podem ser ensinadas a amar.

Aline Lira

Categorias: Poema | Tags: , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

Drops S/A – Retrato indiano por Regina Moraes

Nesse mês de março, entre os dias 19 e 31, acontece em São Paulo, no Shopping Cidade Jardim, a exposição Retrato Social, com registros de uma Índia cheia de risos e símbolos.

A responsável pelos cliques foi da fotógrafa Regina Moraes, que viajou pela Índia durante 16 dias, passando pelas cidades de Delhi, Agra, Jaipur e Udaipur. Durante a viagem, Regina registrou passos de um povo rico pela cultura e história. Nas fotos é possível perceber que a fotógrafa não focou em momentos específicos, mas sim na bela simplicidade do dia a dia indiano.

Regina decidiu usar suas fotos na exposição para arrecadar fundos para a ONG Velho Amigo, na qual ela é a criadora. Veja uma prévia da exposição no site: www.retratosocial.com

Categorias: Drops S/A | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Foto do dia – ÁFRICA DO SUL

Casa típica da Vila Ndebele (Foto: Pinterest)

Categorias: Foto do dia | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.