Drops S/A

Drops S/A: o drama da mutilação genital feminina

______________________

O dia 06 de fevereiro é marcado pela ONU como o Dia Internacional de Tolerância Zero à Mutilação Genital.
_____________

Nesse Drops S/A falaremos sobre um assunto que já foi abordado no blog como podem ver na matéria ‘Inspiração Somali‘, mas devido ao Dia Internacional de Tolerância Zero à Mutilação Genital iremos lembrá-los sobre essa injustiça que destrói vidas de milhões de mulheres há anos, principalmente em países da África e do Oriente Médio.

Para quem não sabe o que é a mutilação feminina, trata-se de uma prática cultural consistente em amputar o clitóris das mulheres ainda crianças, para que não possam sentir prazer durante suas relações sexuais. Infelizmente por se tratar de uma atitude cultural, muitos familiares e até mesmo mulheres, acreditam que se não houver a circuncisão elas não conseguirão arranjar um marido, pois esse doloroso processo demonstra que se é “pura”. Também usam como explicação que, uma mulher que não se submete a mutilação não “será capaz de dar à luz, ou que o contato com o clitóris é fatal ao bebê, e ainda, que melhora a fertilidade da mulher”. Infelizmente é assim que muitos pensam até hoje.

Mulheres de família somali - Fatma (a esquerda), Lu (filha de Fatma ao meio) e Samira (neta de Fatma direita). Fatma e Lu foram submetidas a circuncisão feminina, já Samira nascida no Reino Unido não passou pela multilação. (Imagem: BBC Brasil)

Mulheres de família somali – Fatma (a esquerda), Lu (filha de Fatma ao meio) e Samira (neta de Fatma a direita). Fatma e Lu foram submetidas a circuncisão feminina, já Samira nascida no Reino Unido, não passou pela mutilação. (Imagem: BBC Brasil)

Estima-se que cerca de 129 milhões de mulheres sofrem diariamente por terem passado por esse processo de circuncisão. Além de não sentirem prazer pela prática sexual, elas sofrem com graves dores e não conseguem manter seus órgãos genitais limpos, o que gera em infecções e podem levá-las à morte.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon afirma que a data é considerada uma oportunidade de colocar um basta nessa prática sócio-cultural, que tira de milhões de mulheres o direito de viverem felizes e saudáveis.

Os países marcados em vermelho são os principais locais onde ainda se é feita a mutilação feminina. (Imagem: Wikipédia)

Os países marcados de vermelho são os principais locais onde ainda se é feita a mutilação feminina. (Imagem: Wikipédia)

Alguns países africanos já adotaram leis contra a prática de circuncisão: Guiné-Bissau, Uganda, Quênia e Etiópia são alguns que não aceitam que as mulheres passem por essa crueldade. Lembrando que nos anos 90, a ex-modelo e ativista somali Waris Dirie deu uma proporção mundial ao assunto, após relatar tudo o que passou na Somália para uma tevê inglesa —, em 2010 foi lançado o filme “Flor do Deserto”, baseado em sua auto-biografia. Para assistir ao filme, basta clicar no vídeo abaixo:

Quer saber mais sobre mutilação genital feminina? Acesse:
ONU Brasil: www.unmultimedia.org 
Revista Exame: www.exame.abril.com.br
BBC: www.bbc.co.uk
 
Anúncios
Categorias: Drops S/A, Uncategorized | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Drops S/A – Garota baleada pelo Taleban volta à escola

Malala Yousafzai, adolescente ativista e blogueira paquistanesa foi baleada na cabeça em 9 de outubro de 2012, em Swat Valley no Paquistão, lutando pelo direito das meninas estudarem em seu país. Após submeter-se a uma cirurgia no crânio, a garota voltou a escola no último dia 19 de março, na Inglaterra, para realizar o sonho de continuar os estudos.

Em entrevista para o jornal britânico Daily Mail, Malala declarou estar animada por voltar á escola e que todas as meninas do mundo também deveriam ter essa oportunidade.

Sharia Law in Pakistan's Swat Valley and North-West Frontier Province

Malala Yousafzai (Photo by Veronique de Viguerie/Getty Images)

 Aos 12 anos ela já era conhecida por ter um blog, onde postava os acontecimentos promovidos pelo Taleban em sua comunidade. Quando em 2009 eles haviam fechado cerca de 150 escolas para meninas e explodiram outras cinco. Veja mais notícias sobre esse caso: http://migre.me/dLSm0

Categorias: Drops S/A | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Drops S/A – Retrato indiano por Regina Moraes

Nesse mês de março, entre os dias 19 e 31, acontece em São Paulo, no Shopping Cidade Jardim, a exposição Retrato Social, com registros de uma Índia cheia de risos e símbolos.

A responsável pelos cliques foi da fotógrafa Regina Moraes, que viajou pela Índia durante 16 dias, passando pelas cidades de Delhi, Agra, Jaipur e Udaipur. Durante a viagem, Regina registrou passos de um povo rico pela cultura e história. Nas fotos é possível perceber que a fotógrafa não focou em momentos específicos, mas sim na bela simplicidade do dia a dia indiano.

Regina decidiu usar suas fotos na exposição para arrecadar fundos para a ONG Velho Amigo, na qual ela é a criadora. Veja uma prévia da exposição no site: www.retratosocial.com

Categorias: Drops S/A | Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Blog no WordPress.com.